Inteligência competitiva: o que é e como aplicá-la?

Nem sempre podemos contar com a intuição para traçar planos efetivos. Nesse sentido, a análise de informações se torna uma ótima ferramenta. Veja, abaixo, como você pode utilizar a inteligência competitiva

A Indústria 4.0 revolucionou tudo o que conhecemos. Por mais que, em um primeiro momento, a adaptação possa assustar um pouco, essa nova onda chega com ferramentas indispensáveis para o sucesso de um negócio.

Vista como fundamental para a estratégia de empresas modernas, a Inteligência competitiva viabiliza uma previsão do mercado, apoiando a tomada de decisões de forma assertiva.

Mas, afinal, como podemos definir a Inteligência competitiva?

Antes de mais nada, precisamos compreender que a Inteligência Competitiva trata dados do mercado. Ou seja, a análise de informações será a sua tarefa principal.

Ao firmar contato com consumidores - e até mesmo concorrentes -, você será capaz de desenhar e antecipar acontecimentos, tudo isso por meio da interpretação dos resultados.

Essa estratégia tornará a possibilidade de crescimento sustentável real, ao mesmo tempo em que te dá insumo para fazer ajustes no meio do caminho.

Tirando os planos do papel

Para conseguir utilizar a Inteligência Competitiva como ferramenta, você deve seguir alguns passos: e o primeiro deles é o planejamento.

Para coletar dados, você precisa ter um objetivo. Estabeleça parâmetros para que a próxima fase, - a de respostas -, seja efetiva.

Ao ter seu script formado, é hora buscar por ideias externas. Encontre pesquisas e até mesmo vá para campo para conversar com terceiros sobre o tema.

Sem dúvidas, o conhecimento obtido será rico e dará suporte para a próxima etapa: análise de informações.

Assim que estiver com os resultados em mãos, é hora de estudá-los e compreender tudo o que obteve. Podemos dizer que esse momento é o mais importante: a sua interpretação precisa ser neutra, a fim de não influenciar os resultados.

Finalizando

Tudo feito! Você já pode disseminar essas informações: seja escalando para sua gestão ou criando um documento para formalizar o estudo. É hora de exemplificar, de forma clara e lógica, o que você conquistou com os resultados.

Aumente a sua capacidade analítica

Não tem jeito: o bom profissional de comunicação é aquele que se recicla e continua estudando. Por isso, realizar pequenos cursos pode ser a resposta para todos os seus anseios, principalmente se você busca trabalhar com análise de informações.

Por isso, fica o convite: se você quer aprender mais sobre Marketing e Comunicação Digital, venha para a ECA-USP. O programa traz uma abordagem ampla do marketing, como apresentação de modelos de análise para fundamentar o planejamento da comunicação integrada administrativa, mercadológica, institucional, online e offline.

Já são mais de 95 mil alunos compartilhando experiências e conhecimento em 35 anos de docência. Em breve Matrículas Abertas! Acompanhe as novidades!

 

Compartilhe esta notícia

  • Escola de Comunicações e Artes

    Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo
    A Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo ou (ECA-USP) é uma instituição pública de ensino superior localizada na cidade de São Paulo. Como parte da Universidade de São Paulo (USP), é considerada uma unidade de ensino, pesquisa e extensão. A ECA foi fundada em 15 de junho de 1966, e hoje é formada por oito departamentos. Oferece 21 cursos de graduação, sendo 13 deles da área de Artes e 8 voltados às comunicações.

Contato

(11) 3091-1584

(11) 3091-1584

  • endereço: Av. Prof. Lúcio Martins Rodrigues, 443 – Cidade Universitária CEP 05508-020 – São Paulo

  • email: [email protected]

Siga-nos