Como acontece a evolução do e- commerce no Brasil?

Entenda melhor a trajetória de expansão do comércio eletrônico no país.

Houve um tempo, nos “remotos” anos 80, onde comprar um produto à distância significava enviar um pedido de catálogo impresso por correio e esperar muito pela chegada do produto. De certa forma, podemos dizer isso foi a semente para o enorme desenvolvimento do e-commerce no Brasil.

O comércio virtual como conhecemos hoje começou nos Estados Unidos, na década de 90. A Internet já estava bastante difundida entre a população americana, o que favoreceu que os primeiros grandes players do mercado de comércio eletrônico surgissem por lá.

Embora haja controvérsias, há registro de que a primeira loja de e-commerce dos EUA foi o Book Stacks Unlimited, uma plataforma de venda coletiva que, aliás, não aparecia nem no www.

A loja estava hospedada na chamada BBS no ano de 92 e só em 94 foi para a World Wide Web

Vale registrar que o famoso empresário Jeff Bezos fundou o Amazon em 1995, loja que é até hoje uma referência absoluta no mundo do e-commerce.

Como o e-commerce surgiu no Brasil?

Registra-se que a Internet chegou ao Brasil no ano de 1988, porém o acesso à rede era restrito ao meio acadêmico.

Foi após 1994 que a Internet se popularizou no país e chegou aos usuários domésticos e comerciais.

A primeira loja do e-commerce brasileiro também vendia livros. Era a Booknet, fundada em 1995 pelo escritor e economista Jack London. A loja entregava os pedidos em um prazo de até 72 horas, dependendo do endereço, e aceitava o pagamento presencial no ato da entrega.

Em 1999, a Booknet foi comprada, dando origem grande e famosa loja Submarino, que anos depois se fundiu com a também pioneira Americanas.com.  Assim, surgiu uma das maiores empresas do e-commerce brasileiro, a B2W.

O crescimento do e-commerce brasileiro é infinito?

“Infinito” talvez seja uma palavra leviana, mas a realidade é que o e-commerce brasileiro, a partir dos anos 2000, não parou mais de crescer.

No ano de 2001, o faturamento do e-commerce brasileiro girava em torno de meio bilhão de Reais. Em 2007, este faturamento saltou para R$ 6,3 bilhões, o que significou um crescimento de 43% em relação ao ano anterior.

O que esperar do futuro do e-commerce?

Embora o Brasil tenha atravessado, ultimamente, difíceis anos na economia, o e-commerce parece atrair o consumidor de forma definitiva.

A popularização da Internet cada vez mais rápida, bem como dos Smartphones, faz com que o comércio virtual esteja cada vez mais acessível.

O crescimento de iniciativas promocionais em datas comerciais e comemorativas importantes também contribuem para consolidar as vendas online ainda mais.

De acordo com a pesquisa Compre&Confie, o e-commerce na Black Friday de 2019 deve apresentar crescimento de 19% em relação ao ano passado, o que representa a movimentação de R$ 3,5 bilhões.

Outra pesquisa bastante interessante é o relatório Webshoppers, estudo do comércio eletrônico brasileiro de maior credibilidade do país, produzido pela E-Bit|Nielsen.

Após 25 anos de atuação, sob diversos cenários econômicos diferentes, o mercado brasileiro atual de e-commerce demonstra mais maturidade em direção a um crescimento mais homogêneo e consistente.

O Brasil é o país que alavanca a expansão do e-commerce na América Latina. No ano de 2018, foram 58 milhões de consumidores que realizaram pelo menos uma compra online.

Categorias de baixo ticket médio, como perfumaria e cosméticos, foram as que mais impulsionaram o crescimento do e-commerce brasileiro neste ano.

Continue seguindo o nosso Blog e aprenda sempre mais sobre marketing e comunicação.

Compartilhe esta notícia

  • Escola de Comunicações e Artes

    Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo
    A Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo ou (ECA-USP) é uma instituição pública de ensino superior localizada na cidade de São Paulo. Como parte da Universidade de São Paulo (USP), é considerada uma unidade de ensino, pesquisa e extensão. A ECA foi fundada em 15 de junho de 1966, e hoje é formada por oito departamentos. Oferece 21 cursos de graduação, sendo 13 deles da área de Artes e 8 voltados às comunicações.

Contato

(11) 3091-1584

(11) 3091-1584

  • endereço: Av. Prof. Lúcio Martins Rodrigues, 443 – Cidade Universitária CEP 05508-020 – São Paulo

  • email: [email protected]

Siga-nos